Deliplus Regen Skin sérum potenciador retinol

Deliplus Regen Skin sérum potenciador retinol
Desde que partilhei este sérum do Mercadona no Instagram, recebo pedidos de review todas as semanas. Pois bem, a espera acabou. E depois de dois meses e meio de uso, conto-vos a minha opinião acerca deste produto.
Deliplus Regen Skin

O que é?

Um sérum anti-envelhecimento de ação regeneradora

Alegações

Reverte os sinais do envelhecimento graças aos seus múltiplos benefícios ativadores da regeneraçãpo cutânea.
Aumenta a síntese se colagénio, homogeniza e melhora o tom da pele, melhora a firmeza, hidratação e elasticidade cutânea.
 
 

Composição

AQUA, OLIVE OIL PEG-8 ESTERS, PROPANEDIOL, PEG-8 CAPRYLIC/CAPRIC GLYCERIDES, PROPYLENE GLYCOL, BAKUCHIOL, POLYSORBATE 20, RETINOL, RETINYL PALMITATE, TOCOPHERYL ACETATE, TOCOPHEROL, OLIGOPEPTIDE-1, BUTYLENE GLYCOL, POLYACRYLATE CROSSOPOLYMER-6, COPERNICA CERIFERA CERA, XANTHAN GUM, GLYCERIN, PARFUM, SODIUM COCOAMPHOACETATE, 1,2- HEXANEDIOL, CAPRYLYL GLYCOL, BHT, BHA, CITRIC ACID, TETRASODIUM GLUTAMATE DIACETATE, T-BUTYL ALCOHOL.

Preço

€6 por 30mL

Opinião

A oferta de cosmética do Mercadona tem vindo a surpreender dentro daquilo que é a norma no supermercado. Começamos a ver ingredientes ativos de eficácia reconhecida em produtos que não chegam aos €10, nem têm porque chegar, e encontramos uma variedade de produtos cujas texturas e público-alvo não estávamos habituados ver satisfeitos neste segmento.

O sérum Deliplus Regen Skin destaca-se pelo seu conteúdo em retinol, um dos mais eficazes ingredientes ativos anti-envelhecimento que podemos encontrar em cosméticos. De facto a concentração deste ingrediente não é conhecida, e provavelmente será baixa. Tendo em conta a minha experiência com outros produtos contendo retinóides, prevejo que terá no máximo 0,1% deste ativo. Este ativo encontra-se numa concentração de 0,12%. Contudo, nesta formulação o retinol encontra-se aliado ao palmitato de retinilo, um derivado mais fraco, mas que poderá intensificar a ação do retinol sem aumentar o seu potencial irritante. Além disto, este produto contém também bakuchiol (1%), um ingrediente relativamente recente, que demonstrou atuar de forma semelhante ao retinol na promoção da expressão de determinados genes, e proporcionar benefícios semelhantes, mas menos expressivos, para o rejuvenescimento da pele. Assim, o bakuchiol está longe de ser uma verdadeira alternativa ao retinol. Mas o que torna a associação de bakuchiol com retinol interessante é o seu potencial efeito sinérgico, já que o bakuchiol promoverá um aumento da expressão de recetores para o retinol, o que poderá resultar num aumento dos efeitos deste último. Adicionalmente, o Regen Skin contém também vitamina E, de ação antioxidante, e fator de crescimento epidérmico (EGF, oligopeptide-1). É de realçar que a marca não recomenda este produto para pele sensível e este não será também indicado para grávidas, visto que contém retinóides.

Em termos sensoriais, esta formulação apresenta-se bastante líquida, mas com um toque levemente oleoso. Isto deve-se não só ao seu conteúdo em óleos fluídos, mas também em poliálcoois como o propanediol e o propilenoglicol, que no seu conjunto proporcionam a este produto uma ação emoliente e humectante, contribuindo assim para a hidratação da pele. Tendo em conta que este sérum deve ser aplicado preferencialmente à noite, já que o retinol e o palmitato de retinilo se degradam com a exposição à luz solar, não me parece que este toque oleoso seja impeditivo para alguém que tenha pele oleosa. 

Após dois meses e meio de uso, a minha pele apresenta uma textura francamente mais uniforme, mesmo sem esfoliação. Este é um indicador claro da eficácia dos produtos contendo retinol. Notei ainda que os pontos negros do nariz estão menos visíveis o que se poderá dever a uma renovação acelerada da epiderme e/ou a uma redução da seborreia. Contudo, não estou certa de que este efeito seja visível para quem apresentar muitos pontos negros ou de grandes dimensões. Em termos de tolerância, e apesar de a minha pele ser um pouco sensível, não senti qualquer irritação decorrente do uso deste sérum. E porque é que este sérum durará menos de 3 meses, apesar de ter uma capacidade de 30mL? Porque o tenho aplicado no rosto, pescoço e cólo, com vista a homogeneizar também a pele destas zonas.

Por todos estes motivos, considero que o sérum Deliplus Regen Skin é um excelente produto para quem pretende iniciar-se no uso de retinóides, e apresenta uma relação qualidade/preço inigualável no mercado. Apesar de a marca o contraindicar, este produto poderá resultar numa pele ligeiramente sensível, mas recomendo que o usem com precaução. Para quem já usa retinóides em concentrações iguais ou superiores a 0,3%, não me parece que este produto seja o mais indicado.

, , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.